Estiramento e distensão muscular são dois termos que aparecem a torto e a direito quando o assunto é lesão. Só que, ao contrário do que muita gente pensa, temos aqui dois problemas diferentes.1

Quer entender melhor do que estamos falando? Acompanhe até o final este conteúdo que preparamos para te explicar o que é estiramento e distensão muscular, quais os sintomas dessas condições, como tratá-las e mais.

Diferença entre estiramento e distensão muscular

O estiramento e a distensão muscular são lesões musculares muito frequentes, que afetam principalmente os jogadores de futebol1 — sejam profissionais ou quem se arrisca a jogar uma bola com os amigos aos finais de semana.

Vamos começar pela explicação de o que é distensão muscular. Essa é uma lesão que ocorre principalmente na coxa e na panturrilha2, mais especificamente nos tendões, quando há um esforço excessivo sobre eles ou sobre alguma região de músculos intermediados por essas estruturas.1

E o que é estiramento muscular, então? Trata-se de uma lesão que também tem como alvo principalmente os membros inferiores3, com o diferencial de acometer a fibra muscular, no meio do músculo, em cenários em que a musculatura é sobrecarregada ou alongada excessivamente, provocando danos nessa fibra.1

Mas, olha, se engana quem pensa que estiramento e distensão muscular sejam realidade apenas dos praticantes de esportes. Muitas vezes, se curvar para pegar algo pesado já é o suficiente para sentir aquela fisgada e “travada” nas costas que limita os movimentos. Pois é, pode acontecer com a coluna também!4

Mulher no escritório apoiando uma mão na mesa, levemente curvada para a frente, com a outra mão apoiando a lombar

Causas do estiramento e da distensão muscular

Quando falamos de estiramento e distensão muscular, há alguns pontos que são fatores de risco para ambos.4 Entre eles, podemos citar:

  • falta de aquecimento e alongamento antes e após a prática de atividades físicas;4
  • execução incorreta de movimentos durante atividades;4
  • falta de condicionamento físico;4
  • fadiga muscular;4
  • sobrepeso.4

Como podemos ver acima, a maior parte das lesões desse tipo acontecem por algum descuido.4 Claro que acidentes podem ocorrer, mas, ao praticar atividade física, é sempre importante contar com a ajuda de um profissional do ramo e seguir suas orientações.

Quais são os principais sintomas do estiramento muscular?

O principal sintoma de estiramento muscular é a dor aguda. Quanto mais grave for a lesão, mais intensa será a dor, além de também aparecer inchaço e hematoma. Se for um caso mais tranquilo, o esperado é que esses sinais se manifestem de forma mais branda.1

E quais sintomas caracterizam a distensão muscular?

Os sintomas de distensão muscular costumam ser parecidos com os do estiramento.4 Dor aguda no momento da lesão, seguida de inchaço e formação de hematomas são sinais clássicos que o corpo dá quando alguma região é distendida.1

Como tratar estiramento e distensão muscular

Assim como no campo dos sintomas, os tratamentos para estiramento muscular e distensão são semelhantes. O ideal, em primeiro lugar, é buscar ajuda médica para avaliar o grau da lesão.

A depender do caso, o médico pode imobilizar a região e recomendar sessões de fisioterapia 48 horas após a ocorrência para ajudar na recuperação dos movimentos e no fortalecimento da musculatura.4

Destaque para fisioterapeuta manipulando a perna de paciente que está deitada durante uma sessão.

Alguns cuidados caseiros, quando indicados pelo médico, também podem favorecer o processo de recuperação.4 São eles:

  • aplicar compressa de gelo na lesão a cada duas horas;4
  • repousar e evitar grandes movimentações;4
  • elevar a perna acima do nível do coração;4
  • massagear a musculatura;4
  • aplicar pomadas anestésicas.4

Medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios também podem ajudar, sempre de acordo com orientação médica.4 Já quando a lesão é muito grave e os tratamentos para distensão e estiramento não dão conta do recado, procedimentos cirúrgicos podem ser necessários.4

Quanto tempo dura uma distensão muscular?

Para quem tem dúvidas sobre o tempo de recuperação para estiramento e distensão muscular, a resposta é “depende”. Quando falamos de lesões mais simples, de grau 1, esse processo pode levar, aproximadamente, 1 semana.4

As moderadas, de grau 2, costumam demandar até 3 semanas para serem reparadas. Já aquelas de alta complexidade, de grau 3, podem levar de 4 a 6 semanas para melhorar, necessitando de reabilitação intensa por vários meses.4

Essa é apenas uma média de tempo, claro, pois somente o especialista que te acompanha pode te dar essa informação com precisão, de acordo com as particularidades do seu quadro.

Prevenindo o estiramento e a distensão muscular

Fazer alongamentos, praticar exercícios físicos moderados diariamente — respeitando pausas necessárias e os limites do corpo para não sobrecarregar os músculos — é o melhor que você pode fazer para não sofrer com os sintomas de estiramento muscular e distensão.4

É claro que nem sempre as coisas saem como o esperado e, ainda assim, você pode se machucar. Mas nada de desânimo por aqui! Com um bom suporte médico e dedicação aos tratamentos para distensão e estiramento muscular, logo estará de volta ao jogo.4

Continue com a gente e leia os nossos artigos sobre contratura muscular e cãibra.


Junho/2024. MAT-BR- 240224.

Indicação:

dor no corpo

Dorflex Comprimidos

Dorflex dor no corpo 24 comprimidos

Age na dor e relaxa a tensão muscular

{{card.tag}}

{{card.title}}

{{card.description}}

Ficou com alguma dúvida ainda?