Printed From:

A dor de cabeça é um sintoma fortemente associado aos distúrbios do sono porque ambos compartilham caminhos cerebrais que podem interagir. Eles envolvem o tronco cerebral e as redes diencefálicas, que são mediadores do sono e da dor.1.

Um estudo constatou que 18% dos pacientes com apneia do sono ou ronco intenso relataram frequentes dores de cabeça no período da manhã em comparação com 5% da população geral2.
Além dos distúrbios do sono, existem outras causas que podem ser responsáveis pela cefaleia matinal, como sono interrompido, horário irregular das refeições e estresse físico e emocional, fatores que prejudicam a qualidade do sono.1

Mas o que fazer para aliviar dor de cabeça após uma noite ruim de sono? Como evitar que esse problema apareça? Confira alguns truques que separamos!

Controlar a frequência do uso de analgésicos

Apesar dos analgésicos minimizarem a dor de cabeça, o uso frequente desses medicamentos pode ser determinante para aumentar as crises e causar cefaleia contínua induzida por remédios. Por isso, não é recomendada a ingestão de analgésicos por mais de 8 a 10 dias por mês.3

Gerenciar o consumo de cafeína

O consumo excessivo de cafeína é um fator de risco para dores de cabeça e problemas de sono.1 Por ser uma substância estimulante, ela tem efeitos colaterais que incluem a privação do sono.4 E como pacientes com enxaqueca identificam o sono inadequado ou interrompido como gatilhos, é importante que a possível ingestão de cafeína ao longo do dia seja feita em pequena quantidade.1

Não pular refeições

Uma pesquisa revelou que alguns comportamentos, como pular refeições e comer rápido demais, foram gatilhos para enxaqueca em mais de 80% dos pacientes. Nesse levantamento, somente 2,4% dos indivíduos não reportaram desordens alimentares como potencializadores da dor de cabeça. Além disso, o consumo de alguns alimentos e substâncias, como chocolate, frutas cítricas, álcool e aspartame pode desencadear crises de cefaleia.5

Regular o estresse

O estresse é o fator que está mais relacionado ao desenvolvimento de dores de cabeça.5 Essa atividade disfuncional do hipotálamo contribui tanto para gerar alterações no sono quanto para provocar alterações no processamento da dor.1

Saiba como aliviar dor de cabeça

O tratamento da dor de cabeça será conduzido em razão da causa por trás do problema, que será identificada pelo médico especialista. Em geral, intervenções médicas com analgésicos ou anti-inflamatórios por um período limitado são eficazes na redução da dor.6

Ademais, artifícios não farmacológicos, como psicoterapia cognitiva e técnicas que visam aumentar a habilidade do indivíduo no controle de respostas físicas, são adotadas no tratamento da cefaleia. A associação entre o uso de medicamentos a métodos não farmacológicos é reconhecidamente mais eficaz que o uso isolado de cada medida no manejo da dor.6

Dorflex Uno Comprimido

Indicação: Enxaqueca

Potente contra a enxaqueca*1,3,4

Dorflex Uno Efervescente

Indicação: Enxaqueca
Dorflex UNO

Potente contra a enxaqueca*1,3,4

Ficou com alguma dúvida ainda?