Printed From:

O processo de recuperação das dores musculares pode ser dificultado por alguns fatores. Primeiramente, é preciso saber que a dor muscular não se manifesta de imediato. O incômodo surge apenas oito horas após o esforço físico e atinge o pico de intensidade num período que varia entre as 24 e as 72 horas seguintes.1 Quando a dor muscular é causada principalmente por atividades repetitivas no trabalho, durante esse período de progressão, existe o risco de sobrecarga no local afetado com a realização de mais esforços.2

Mais do que pesquisar apenas qual é o melhor remédio para dor muscular, é importante entender também a necessidade do repouso como um tratamento eficiente para o alívio e a prevenção das dores musculares no corpo. Confira!

Falta de repouso entre os esforços físicos causa dor muscular

Atividades físicas que têm aumentos bruscos na potência dos movimentos corporais provocam um estresse mecânico na fibra muscular. Isso danifica a célula muscular e causa a sensação de dor.1 Quando esses movimentos são repetitivos, os músculos, os tendões e as articulações envolvidos não têm tempo suficiente para se recuperar e acabam sofrendo danos.2 "O processo de regeneração muscular acontece durante o repouso, quando as células das fibras musculares são oxigenadas. Para o organismo se recuperar, é necessário que o repouso seja respeitado", explica o ortopedista Paulo Kanaji.

A diferença entre repouso e sedentarismo

Mas, afinal, o que configura repouso? O especialista esclarece: ''Depende da região acometida e do grau da lesão. Nos casos mais leves, o repouso significa diminuir algumas atividades e garantir períodos de descanso. Em lesões mais graves, pode ser necessário uma completa imobilidade com órtese, gesso, talas ou coletes''. Uma confusão que não pode ser feita é a diferença entre repousos pontuais e um estilo de vida sedentário.

O que faz a dor muscular ser complexa é que ela é o resultado dos dois extremos: assim como atividades repetitivas e de grande impacto exigem cuidados, o sedentarismo também é uma causa comum da dor muscular. Isso porque a frequência com que o corpo se movimenta também é um fator determinante para o surgimento das dores musculares. Manter uma rotina de exercícios físicos aumenta a resistência dos músculos e minimiza as chances dos danos às estruturas, evitando, consequentemente, a dor muscular.1

Inclusive, Dr. Kanaji explica que existem quadros em que o sedentarismo e as atividades repetitivas andam juntos como causas complementares das dores musculares no corpo. "No caso de quem trabalha em pé, somente ficar na posição ortostática não exclui o sedentarismo. Mesmo em pé, a pessoa pode ser sedentária. Sendo assim, o acompanhamento é essencial, porque podemos selecionar quais músculos repousar e quais outros estimular", detalha o médico.

Medidas que auxiliam na recuperação das dores musculares

Agora você já sabe a importância de respeitar os períodos de repouso entre os esforços físicos. Porém, quando uma área já foi lesionada, existem outras boas práticas para além do remédio para dor muscular que ajudam na recuperação. Trata-se do método chamado R.I.C.E., que recomenda a combinação de repouso, gelo, compressão e elevação local para o tratamento das dores musculares durante as primeiras 48 horas do incômodo.2 Vale lembrar que é sempre importante procurar o auxílio de um profissional caso sinta dor para uma melhor avaliação.

MAT-BR-2104036

Dorflex Uno Comprimido

Indicação: Enxaqueca

Potente contra a enxaqueca*1,3,4

Dorflex Uno Efervescente

Indicação: Enxaqueca
Dorflex UNO

Potente contra a enxaqueca*1,3,4

Ficou com alguma dúvida ainda?