Sabe aquele momento em que o músculo fica rígido, travado? Parece que contraiu e não "voltou" pro lugar? Tem vezes que até parece que há um "nó" no local. E dói, viu! Pois é, isso tudo pode ser sinal de uma contratura muscular1.

Essa lesão faz parte do grupo das cãibras, mas se diferencia por apresentar, em geral, duração mais prolongada2. A seguir, vamos detalhar o que é contratura muscular, os sintomas, quanto tempo dura e o que fazer caso essa dor apareça por aí.

O que é contratura muscular?

A contratura muscular é definida como uma disfunção muscular, sem lesão da estrutura da fibra3. O músculo afetado se contrai muito, de forma mais forte que o normal. E ele permanece contraído, sem voltar para a fase de relaxamento. Isso causa muita dor e desconforto1.

Em alguns casos, além de bastante dolorido, o músculo afetado chega a endurecer, formando uma espécie de caroço no local1. Portanto, os sintomas da contratura muscular podem incluir:

  • dor na região1;
  • dificuldade em esticar o músculo1;
  • dificuldade em movimentar a articulação ou o membro próximo do músculo dolorido1;
  • músculo tenso, contraído1;
  • musculatura dolorosa e rígida após o exercício2.

Essa lesão pode atingir qualquer região do corpo, sendo que a área mais afetada são as costas4.

Já os praticantes de esporte estão mais propensos a terem contratura muscular, sobretudo, nas coxas e na panturrilha4. Quem bate uma bola com os amigos aos finais de semana ou é jogador de futebol profissional sabe bem o que é esse tipo de lesão. A contratura muscular é um dos problemas musculares comuns nesse esporte5,6.

Jogador de futebol com dores na panturrilha

O que pode causar uma contratura muscular?

Tudo isso acontece em resposta a uma sobrecarga exercida sobre um músculo ou tendão. Nesse caso, há um acúmulo lático, resultado da respiração anaeróbica feita pelas células musculares durante um esforço muito intenso4.

A contratura muscular está normalmente relacionada à fadiga muscular e à falta de condicionamento físico3. A musculatura recebe uma sobrecarga ou é exigida demais em um momento em que não está preparada para isso. Aí, há uma espécie de falha no sistema de contração muscular. Com isso, acontece uma diminuição do encurtamento da contração muscular e o relaxamento se torna mais lento e incompleto7.

Se a contratura muscular acontecer durante uma prática esportiva, pode ser sinal de preparação inadequada ou exagero na execução de um treino7. Ainda pode estar relacionada a falta de flexibilidade e de fortalecimento muscular4. Indo para a prática e usando o futebol como exemplo, a lesão pode acontecer em um músculo que não foi alongado antes do exercício ou por um esforço muito grande6.

Movimentos bruscos e fora da rotina também podem levar ao acúmulo de resíduos metabólicos dentro da fibra muscular, causando os sintomas da contratura. Nesse cenário, os sedentários são os mais propensos a ter esse tipo de lesão8.

Além disso, com o envelhecimento, os músculos perdem elasticidade e força, fazendo com que qualquer esforço seja excessivo e possa levar a uma contratura8,9.

Há outras situações que podem levar à contratura muscular que não estão diretamente ligados ao movimento. Nesse caso, podemos citar:

  • estresse - situações estressantes levam a tensão muscular, que pode resultar em uma contratura9;
  • desidratação - água, além de outras substâncias como magnésio, glicose e potássio, é fundamental para o bom funcionamento dos músculos. Quando o corpo fica desidratado, os músculos também sentem e há mais chances de acontecer algum problema9.

Quanto tempo dura uma contratura muscular?

As contraturas musculares surgem, normalmente, de forma tardia, aproximadamente 12 horas após o exercício, e seus sintomas dolorosos tendem a durar de sete a dez dias7.

O indicado é que as atividades físicas sejam retomadas apenas duas semanas após os sintomas da contratura muscular desaparecerem4.

Leia ainda: Dor muscular pós-treino: o que é e como evitar

Contratura ou distensão: qual a diferença?

A contratura muscular é uma condição menos grave que a distensão. Enquanto na contratura não há lesão anatômica na fibra muscular, na distensão (ou estiramento muscular) há alongamento da fibra muscular ao seu grau máximo de elasticidade3. Em alguns casos, dependendo do grau da lesão, pode acontecer o rompimento das fibras musculares, gerando inflamações locais4.

No estiramento muscular, as dores são repentinas e surgem durante um movimento ativo e brusco, como em uma corrida, por exemplo3.

Vale lembrar que as contraturas musculares são um tipo de cãibra, só que duram bem mais. São uma falha no funcionamento do músculo, por isso são consideradas uma disfunção muscular. Não há lesão anatômica da fibra. Já a distensão ou estiramento ocorre lesão na fibra, que é excessivamente alongada durante um movimento3.

O que fazer em caso de contratura muscular?

Geralmente, quando há uma contratura muscular, é indicado ficar em repouso e realizar massagens no local afetado7.

Pode ser indicado o uso de compressas. Mas, nesse caso, não as geladas4. O recomendado é o uso de compressas quentes. Para isso, é possível usar bolsas de água morna ou toalhas úmidas aquecidas. A aplicação deve ser feita na região dolorida, de duas a três vezes ao dia, por 20 minutos1.

É importante procurar um médico em caso de dúvidas, se o incômodo for persistente (dor leve ou moderada por mais de três semanas) e causar fraqueza dos membros ou ainda se a dor for muito intensa1.

O médico pode indicar alguns remédios para contratura muscular, para alívio da dor e de outros incômodos. Pode ser recomendada a aplicação de anti-inflamatórios tópicos4, por exemplo.

O uso de analgésicos, quando indicado, pode ajudar. E duas opções são os analgésicos e relaxantes musculares de Dorflex®10,11. Tanto Dorflex®10 quanto o novo Dorflex® MAX11 podem auxiliar no alívio da dor associada a contraturas musculares10,11. A diferença é que Dorflex® MAX é 2x mais relaxante muscular e analgésico*.

Para completar, alongamentos de baixa intensidade na musculatura afetada, sempre seguindo as orientações médicas, podem ser bem-vindos na hora de buscar alternativas para melhorar a contratura muscular4.

Em alguns casos, pode ser necessário fazer fisioterapia, visando, além de alongar, fortalecer os músculos1. Práticas como eletroterapia (ondas curtas e ultrassom) e hidroterapia com água aquecida (turbilhão) também fazem parte do tratamento. A hidroginástica é outra opção que pode proporcionar um relaxamento muscular muito benéfico7. Lembrando que tudo isso é feito com acompanhamento médico e de um fisioterapeuta.

Como prevenir uma contratura muscular?

Mulher alongando o braço esquerdo antes da prática de exercícios

Cuidar do corpo e do condicionamento é uma ótima forma de prevenir as contraturas musculares. É essencial ter atenção à postura durante a prática de atividades físicas e no dia a dia1. Aquecimento é outro ponto importante1,9, pois ajuda a preparar os músculos para os exercícios9.

Lembre-se ainda de fazer alongamentos. Esse tipo de exercício melhora o relaxamento e a recuperação dos músculos depois das atividades e, por isso, ajuda a prevenir as contraturas musculares9.

Também é indicado aumentar a intensidade do exercício de forma gradual9. Outras dicas incluem:

  • evitar movimentos repetitivos: caso isso não seja possível, é recomendado que a cada duas horas você faça uma pausa para realizar alongamentos de cinco minutos na área mais afetada pela repetição9;
  • usar equipamentos adequados: cadeira, colchão etc9;
  • ter boa higiene muscular: isso inclui massagens e aplicação de calor nos músculos. Além de aliviarem a tensão, também previnem o desenvolvimento de novas contraturas9.

Cuide da sua saúde e do seu corpo! E agora que você já sabe tudo sobre contratura muscular, leia também:

*Quando comparado a formulação regular de Dorflex® comprimidos.

Janeiro/2024. MAT-BR-2400853

Dorflex Max
Indicação: Dor no Corpo
Dorflex Caixa

2x mais relaxante muscular

Dorflex Comprimidos
Indicação: Dor no Corpo
Dorflex Caixa

Age na dor e relaxa a tensão muscular5

{{card.tag}}

{{card.title}}

{{card.description}}

Referências:

[1] Hospital Alemão Oswaldo Cruz. Cuidados com a postura são fundamentais para evitar contraturas musculares. Disponível em: https://www.hospitaloswaldocruz.org.br/imprensa/noticias/cuidados-com-a-postura-sao-fundamentais-para-evitar-contraturas-musculares/. Acesso em 04 de dezembro de 2023.

[2] Sobreira C. Miopatias – Texto complementar. Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5052037/mod_resource/content/1/Miopatias%20-%20texto%20graduac%CC%A7a%CC%83o.pdf. Acesso em 04 de dezembro de 2023.

[3] Lopes A., Kattan R., Costa S. et al. Estudo clínico e classificação das lesões musculares. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Disponível em: https://www.rbo.org.br/detalhes/965/pt-BR/estudo-clinico-e-classificacao-das-lesoes-musculares–. Acesso em 04 de dezembro de 2023.

[4] Hospital Madre Teresa. Ortopedia e Traumatologia. Disponível em: https://ortopediahmt.com.br/contratura-x-estiramento/. Acesso em 04 de dezembro de 2023.

[5] Vida Saudável. Hospital Israelita Abert Einstein. Conheça as principais lesões musculares no futebol. Disponível em https://vidasaudavel.einstein.br/lesoes-musculares-no-futebol-saiba-o-que-e-distensao-estiramento-contusao-contratura-luxacao-entorse-ou-torcao-e-ruptura/. Acesso em 13 de março de 2024.

[6] Delazeri B, Pinto J, Coelho R et al. Índice de lesões musculares em jogadores profissionais de futebol com idade entre 18 e 34 anos. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Disponível em https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/4923711.pdf. Acesso em 13 de março de 2024.

[7] Lopes A., Kattan R., Costa S. et al. Diagnóstico e tratamento das lesões musculares parciais e totais. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Disponível em: https://rbo.org.br/detalhes/1829/pt-BR. Acesso em 04 de dezembro de 2023.

[8] NEUROFT. Contractures: everything you need to know. Disponível em: https://neuroft.com/en/everything-you-need-to-know-about-contractures/. Acesso em 04 de dezembro de 2023.

[9] Todd C. What is a muscle contracture?. Top Doctors United Kingdom. Disponível em: https://www.topdoctors.co.uk/medical-dictionary/muscle-contraction#. Acesso em 04 de dezembro de 2023

[10] Dorflex®. [Bula do produto - versão do paciente]. Sanofi Medley Farmacêutica Ltda. 08/03/2021.

[11] Dorflex® MAX. [Bula do produto - versão do paciente]. Sanofi Medley Farmacêutica Ltda. 22/05/2023

Ficou com alguma dúvida ainda?