Printed From:

A dor no peito é um dos principais motivos que levam as pessoas a ter um cuidado especial com a própria saúde. Estima-se que, no Brasil, mais de quatro milhões de atendimentos ocorrem anualmente por conta da dor muscular no peito.1 No entanto, esse tipo incômodo normalmente é associado às doenças coronarianas, o que acentua a preocupação entre os indivíduos. Mas calma! Existem outros problemas, menos graves, que também ocasionam a dor no peito. É por isso que, neste artigo, vamos explicar como diferenciá-las para que você tenha mais tranquilidade na hora de cuidar da sua saúde. Saiba mais!

Dor no peito é sinal de infarto?

A dor no peito, ou dor torácica, geralmente corresponde a um aperto com expansão para os membros superiores, podendo impactar regiões como a mandíbula, dorso e, em muitas situações, acompanhada de suor frio, náuseas e vômitos.2 O maior medo é, compreensivelmente, um infarto do miocárdio, mas ainda que esse episódio possa cursar com dor no peito, apenas 10% das ocorrências de dor no peito são diagnosticadas como esse problema cardíaco. Vale destacar, inclusive, que alguns pacientes podem sofrer infartos até mesmo sem a presença da dor no peito (como é o caso de diabéticos).3

Dor no peito pode indicar problemas mais simples, como dores musculares

Como percebemos, a dor no peito até pode ter ligação com o infarto do miocárdio, mas a maior parte dos casos tem uma explicação mais benigna. É por isso que diagnósticos precisos filtram o tipo de tratamento adequado para cada paciente de acordo com causa da dor no peito, que pode ter origens gastrointestinais, musculoesqueléticas, pulmonares e até mesmo psiquiátricas. Inclusive, outros sintomas como tontura, náusea, vômitos e excesso de suor são mais determinantes em um diagnóstico de infarto do que apenas a dor no peito.3

No caso de lesões musculares, em geral, o exame dos pacientes revela a prática de atividades físicas repetitivas ou não usual, ou seja, com muita frequência ou com o praticante em condição de sedentarismo. Neste caso, a dor geralmente é bem focada em um ponto e está relacionada a movimentos ventilatórios, como a inspiração profunda, e na mobilidade dos braços e pescoço.1

Por isso, se você exagerou em exercícios de peito, como flexões ou em equipamentos de ginástica em uma academia, fique atento à progressão dos sintomas e, caso eles se tornem mais intensos ou você comece a sentir tontura, falta de ar, náusea e suor excessivo, mesmo em descanso, procure rapidamente um médico, que pode investigar mais à fundo a causa do problema e receitar o tratamento adequado.3

MAT-BR-2104832

Dorflex Uno Comprimido

Indicação: Enxaqueca

Potente contra a enxaqueca*1,3,4

Dorflex Uno Efervescente

Indicação: Enxaqueca
Dorflex UNO

Potente contra a enxaqueca*1,3,4

Ficou com alguma dúvida ainda?